Fale conosco pelo WhatsApp

Como prevenir cravos?

Mulher apertando espinha no queixo e olhando no espelho

Conheça os cuidados básicos que é preciso ter com a pele para evitar o surgimento dos comedões

Os cravos, conhecidos como comedões, são comuns em todas as idades e podem aparecer em homens e mulheres — causando incômodos sobretudo estéticos e que justificam o questionamento sobre como prevenir cravos. Eles surgem quando há excesso de sebo na pele, o que leva a um entupimento dos poros. Mas vale lembrar que o sebo na pele é comum, pois ele é produzido pela glândula sebácea para lubrificar, proteger e hidratar a pele.

O excesso de oleosidade que leva à obstrução dos poros e, consequentemente, aos cravos, é causado por diversos fatores:

  • Aumento dos hormônios sexuais;
  • Alimentação rica em gorduras;
  • Genética;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Síndrome do ovário policístico;
  • Uso de testosterona e derivados;
  • Uso de corticoides;
  • Cosméticos e maquiagens à base de óleo;
  • Banhos com sabonete inadequado.

Como tratar os cravos

Os cravos podem ser tratados de diversas formas. O dermatologista é quem define a melhor opção de tratamento depois de fazer uma avaliação da pele do paciente e estabelecer o que está causando o problema. Mas algumas dicas podem ajudar no dia a dia. São elas:

  • Quando se trata de remover os cravos, produtos que contenham ácido salicílico são os mais indicados. Esse ativo desobstrui os poros e trata o acúmulo de células mortas ao promover uma regeneração de células saudáveis da pele. O ácido salicílico pode ser encontrado em sabonetes faciais, cremes e géis;
  • Evite adesivos removedores de cravo, pois o que eles fazem é apenas remover a parte mais superficial do poro obstruído e, além disso, podem irritar a pele, principalmente as mais sensíveis;
  • Evite produtos que afirmam remover cravos que contenham ingredientes como álcool, mentol e eucalipto. Esses ingredientes irritantes não resolverão o problema e poderão estimular a produção excessiva de sebo (ou seja, a sua pele entenderá que está sendo atacada e reagirá com uma produção ainda maior de óleo);
  • Não faça uso de esfoliantes agressivos, pois isso servirá apenas para causar irritação e vermelhidão, além de deixar a pele mais oleosa

Descubra como prevenir cravos

Os cravos podem ser recorrentes para algumas pessoas, nesse caso, é recomendável procurar um especialista para saber como tratar o problema. No entanto, existem algumas recomendações básicas sobre como prevenir cravos. São elas:

  • Faça periodicamente uma limpeza de pele com um profissional, pois esse especialista consegue realizar uma limpeza mais profunda, sabe quais produtos usar e como prevenir cravos. Pessoas que têm uma pele oleosa, mas não têm muitos problemas com espinhas, podem realizar o tratamento a cada três meses. Já para quem tem pústulas, o ideal é que a limpeza seja feita uma vez por mês.
  • Limpe a pele todos os dias, pelo menos duas vezes ao dia, com produtos específicos;
  • Use tônicos: quer saber como prevenir cravos? Mantenha a pele do rosto tonificada. A tonificação ajuda na remoção de impurezas que a água e o sabonete não conseguem retirar. Além disso, os tônicos também ajudam a regular o pH da pele, que passa por variações ao longo do dia por conta da poluição, da maquiagem e de outras substâncias;
  • Use loção adstringente, pois ela ajuda a controlar o excesso de oleosidade e a produção de sebo que se forma na pele;
  • Use apenas produtos não comedogênicos (que não entopem os poros);
  • Sempre retire a maquiagem antes de dormir;
  • Use fórmulas cosméticas e filtros solares livres de óleo;
  • Use produtos específicos para o rosto;
  • Não cutuque os cravos para que eles não se tornem espinhas;
  • Evite tocar a pele com as mãos sujas;
  • Beba bastante água para eliminar toxinas e produzir mais suor;
  • Use máscaras, como as de argila verde, que ajudam a controlar a oleosidade da pele;
  • Esfolie a pele duas vezes por semana para remover células mortas e liberar os poros;
  • Tenha uma dieta balanceada e rica em alimentos anti-inflamatórios, como frutas cítricas e vermelhas, vegetais, ervas aromáticas, peixes e sementes com ômega-3. Ficar de olho na alimentação é um fator importante para quem quer saber como prevenir cravos.

Não é difícil saber como prevenir cravos, mas o ideal é sempre contar com o acompanhamento de um dermatologista, principalmente se o problema for recorrente. Entre em contato e agende uma consulta com a Dra. Nidia para saber mais sobre o assunto!

Fontes:

Sociedade Brasileira de Dermatologia;

Sociedade Brasileira de Dermatologia — Regional São Paulo.

 

Ao clicar em enviar os dados, você concorda com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE